Quem somos

“Nós somos os Zés P’reiras,
Os Zés P’reiras de S.Paio d’Antas.
Aqui cantam nossos bombos,
E vibram nossas gargantas.”

 


 

2000 – O Começo

Sediado na freguesia de Antas no concelho de Esposende, o grupo do Zés P´reiras de Antas foi fundado em Junho do ano 2000. 

Este grupo nasceu de uma brincadeira entre um grupo de amigos, enquanto estes assistiam um jogo de futebol do Antas Futebol Clube. Entre os amigos estava um dos fundadores do grupo, Domingos Gomes, que com um bombo começou a tentar tocar algo para apoiar o clube com os amigos ao ritmo do som do bombo. A brincadeira continuou com um ensaio improvisado na semana seguinte, e a partir desse dia o bichinho da música nunca mais parou.

Ao bombo juntaram-se mais bombos, juntaram-se as tarolas e as gaitas de foles galega, e assim nasceram os Zés P’reiras de Antas. O grupo é formado pela percussão, tocada pelos homens,  e pelas gaitas de foles galegas, tocadas pelas meninas. Esta aliança permite uma mistura de musicalidade e emoção tornando o espectáculo mais rico e diversificado. 

O grupo começou pelo arruamento tocando em peditórios porta-a-porta, acompanhando os festeiros de várias freguesias com música. Seguiram-se desfiles, participações em eventos e procissões religiosas, até chegar às Marchas Populares e às grandes Romarias de Portugal.

A cada ano o grupo foi evoluindo e crescendo tanto em quantidade como em qualidade. O tempo trouxe alegrias e dificuldades, e as dificuldades trouxeram sabedoria e maturidade. Este grupo é sinónimo de festa, tradição e alegria, e aposta claramente numa forma de atuar diferente, criando a sua própria imagem, deixando a sua marca. 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

2018 – A Associação

Embora o Grupo dos Zés P’reiras de Antas já tenha conseguido um lugar de destaque na tradição dos grupos de percussão que percorrem as festas e romarias do norte de Portugal, o ano de 2018 dá início a uma nova era, uma nova vida… Nasce a Associação dos Zés P’reiras de Antas – Esposende. É o resultado de 18 anos de trabalho e dedicação constante, que conduziu o grupo a esta nova etapa. Seguros deste passo em frente, com base na experiência adquirida e movidos pela ambição de chegar sempre mais além e com um toque pessoal que diferencia os Zés P’reiras de Antas de qualquer outro grupo do género. Como dizia Bob Marley:

“Vocês riem de mim por eu ser diferente, e eu rio de vocês por serem todos iguais”.

Pois o nosso objectivo vai ser sempre nesse sentido, nem melhores nem piores, mas diferentes.